top of page

APAE ANÁPOLIS completa 52 anos de serviços na saúde e assistência social

Instituição é hoje referência, não só para o município, mas para todo o Centro-Oeste brasileiro


A APAE ANÁPOLIS celebra seu aniversário de 52 anos neste 6 de setembro. Em uma moderna sede, com 3,7 mil², abriga modernos laboratórios e consultórios, oferecendo diagnóstico e tratamento em diversas áreas da saúde e da assistência social. Uma grande evolução desde a sua fundação na cidade, se concretizando como uma das organizações sociais sem fins lucrativos de maior relevância em Goiás.


Atualmente são realizados 7 mil testes do Pezinho mensalmente pela instituição e o atendimento médio de 350 pessoas por dia, prestando tanto serviços públicos quanto particulares. Para o presidente da APAE ANÁPOLIS, Vander Lúcio Barbosa, a importância social que a instituição ganhou veio, principalmente, da preocupação em gerir bem a sua missão filantrópica. "Seriedade na aplicação dos recursos e transparência, foi o que nos trouxe até aqui", afirmou ele.


Uma das mais importantes comprovações desse compromisso vem sendo conquistada desde 2017. O selo de Melhores ONGs do Brasil, em que consta entre as 100 ONGs mais bem avaliadas do país. Dois dos critérios mais relevantes dessa avaliação são a gestão e a transparência. "Vivemos de contribuições e emendas parlamentares, para equilibrar os repasses do sus, que são defasados. Portanto, para nós, é natural que busquemos a excelência também na gestão, otimizando todos esses recursos recebidos", completou Vander.



Recentemente a APAE ANÁPOLIS comemorou a aprovação da Lei que estende o número de diagnósticos cobertos pelo SUS no Teste do Pezinho. O exame passou a ser obrigatório em 1992, mas até hoje só seis diagnósticos eram cobertos pelo SUS. A instituição tinha como uma de suas bandeiras essa conquista, para que as pessoas tivessem acesso à esse avanço científico que já estava à disposição da rede particular.


Uma significativa intervenção em prol dessa aprovação foi a entrega de um documento à primeira-dama Michelle Bolsonaro, em ocasião de sua visita à Anápolis em dezembro do ano passado. Nele, a APAE ANÁPOLIS evidenciava a existência do projeto de lei que tratava da ampliação e que há muito tempo se arrastava no Congresso Nacional. No ato da entrega, ela se comprometeu a tratar do assunto com o presidente Jair Bolsonaro.




Segundo Vander, a APAE Anápolis já possuia os equipamentos de ponta e os mais capacitados profissionais para realizar essa tarefa. “Aguardávamos esse tão sonhado momento e nos preparamos para atender essa demanda imediatamente”, declarou. A implantação dos protocolos que vão permitir e regular a cobertura por parte do SUS ainda deve levar cerca de um ano. “Tão logo sejamos liberados, passaremos a oferecer a versão ampliada do teste gratuitamente para toda a população”, completou.

Curtiu nosso conteúdo?

Torne-se um amigo apaeano!

Saiba mais

bottom of page